segunda-feira, 22 de outubro de 2012

As formas do amor

Perdoem-me. Ainda sou uma crente.


letra aqui.


Quantas formas tem o amor?

Quantas formas lhe conhecemos e quantas existirão na realidade?

E se existirem um milhão de formas de amar e eu apenas conhecer uma ou duas?

Será que amo menos por isso?

O amor mede-se pelo que damos, pelo que recebemos ou pela importância do equilíbrio entre ambos?

E se não o soubermos receber?

Quererá dizer que somos incapazes de amar?

E se não o soubermos dar?

Não será porque não amamos?

Quantas coisas e pessoas podemos amar?

Porque funciona de maneira diferente o amor que sentimos por um amigo daquele que sentimos por um irmão?

Porque é que por vezes amamos mais o que não é nosso do que aquilo que temos?

Amar em silêncio é amar?

Sofrer quando se ama ainda será amar?

Quantas coisas pressupõem o amor?

O amor vem de dentro para fora?

Ou começa com o que temos cá fora até nos atingir o que temos cá dentro?

O amor começa na forma ou nasce naquilo que não se vê?

É possível não se amar?

Porque é que não amamos apenas quem nos ama também?

Afinal, o amor, tem alguma coisa de real?





7 comentários:

  1. Inês,
    hoje não tenho respostas para ti ou melhor, ter tenho, mas seriam todas com sabor a fel.

    ResponderEliminar
  2. Gostei das tuas perguntas e partilho as dúvidas. Infelizmente não tenho respostas.
    Um comentário altamente interessante e construtivo o meu :)

    ResponderEliminar
  3. Eu também acredito no amor.

    E creio que amar enriquece-nos sempre, independentemente da forma como amamos.

    Mas isto sou eu...

    Beijinho,
    Ana

    ResponderEliminar
  4. Ai porra, tantas perguntas, Noites Caninas...))
    Justificadas, note-se. Afinal o Amor é a maior das interrogações...

    ResponderEliminar
  5. E que bom que ainda há crentes como tu, neste mundo.Regozijo-me contigo nesta crença! E o para saber e entender o amor precisamos das respostas? Não creio. Adorei a música.(Ouviram-na por mim e disseram-me ser uma canção muito bonita)Bjs

    ResponderEliminar
  6. Quantas formas tem o ar, a terra, o fogo ou a água?
    Deles depende a Vida e não questionamos a sua existência ou como se nos apresentam.
    Não deveremos, então, fazer o mesmo em relação ao 5º elemento- o Amor?

    ResponderEliminar